Mircroftalmia

Anoftalmia y Microftalmia

A microftalmia e a anoftalmia são termos que descrevem a presença de um globo ocular de tamanho menor do normal, ou a ausência dele (anoftalmia).

A anoftalmia e a microftalmia podem ser produzidas em ambos os olhos, nesses casos é denominada bilateral. A microftalmia (1 em 10.000 nascimentos) é mais frequente que a anoftalmia (1 em 100.000 crianças). Pode se apresentar com a forma de um globo ocular apenas menor, até só um vestígio do globo ocular, muito parecido com a anoftalmia. A distinção entre microftalmia extrema e anoftalmia somente pode ser realizada através de um exame histológico que indique se existiu algum tipo de desenvolvimento embrionário do globo ocular.

Causas

Nem sempre é possível conhecer as causas que provocam tal condição. Em alguns casos está relacionado à variação em um cromossomo, em outros à mutação de um gene. Alguns dos genes identificados que podem estar envolvidos são: SOX2, SIX6 e PAX6.

Também podem influenciar fatores ambientais como a exposição ao álcool e às drogas, à talidomida e à rubéola. Estudos recentes demonstraram que a exposição a certos químicos como o fungicida benomyl pode provocar danos no desenvolvimento embrionário do olho. Apesar dos grandes avanços dos últimos anos, em muitos casos não é possível conhecer a causa precisa da microftalmia e da anoftalmia.

Tratamento

Microftalmia Figura 2Figura 2

A microftalmia e a anoftalmia envolvem um menor volume do globo ocular (ou a ausência total dele), isso afeta o normal desenvolvimento e crescimento ósseo da órbita e dos tecidos adjacentes e, portanto, do crescimento da cara do bebê. Em outras palavras, o globo ocular cumpre uma função fundamental no desenvolvimento facial da criança, já que quando um olho normal cresce, a pressão sobre os tecidos adjacentes faz expandir a cavidade óssea orbitária. No entanto, quando uma criança nasce com microftalmia ou anoftalmia, essa expansão não se produz completamente em forma natural. Por esse motivo é necessário seguir um tratamento que tenha como objetivo suprir a falta de volume existente para melhorar a simetria facial.

No nosso laboratório realizamos a adaptação de conformadores (dispositivos transparentes elaborados sob medida), que vão aumentando em conformidade com o crescimento da órbita da criança, para depois adaptar uma prótese ocular pintada à mão. Cada conformador é elaborado artesanalmente de acordo com as características precisas da cavidade orbitária da criança (ver figura 2).

Recomenda-se começar este tratamento o antes possível, podendo ser o início nas primeiras semanas de vida. O motivo é que o desenvolvimento facial é muito rápido nas crianças, aproximadamente noventa por cento do crescimento orbital é atingido aos cinco anos de idade.

Conclusão

Em todos os casos trabalhamos em forma coordenada junto ao médico oftalmologista do paciente para otimizar o resultado final.

Acreditamos que cada criança apresenta condições diferentes que devem ser consideradas no atendimento personalizado que oferecemos, por isso dedicamos todo o tempo necessário no processo de adaptação. Os pais e a família da criança cumprem uma função muito importante, já que sua colaboração será chave para obter um processo bem-sucedido.