Fabricação

Cada prótese ocular é especialmente desenhada para cada paciente para que se adapte ao contorno da cavidade orbitária ou do globo ocular seguindo uma metodologia e padrões aprovados internacionalmente. A adaptação inicia-se com a tomada do molde interno dos tecidos orbitários do paciente (fisionomia da órbita) para realizar uma precisa adaptação e obter assim um uso mais confortável, maior mobilidade e permitindo a utilização da prótese por maiores período de tempo sem ter que ser retirada.

A cara externa da prótese é modelada com uma cera hipoalergênica para alcançar a simetria no volume de ambos os olhos.

A cor é uma parte fundamental para atingir a estética final. Para isso utilizamos uma inovadora técnica que proporciona profundidade e naturalidade do olho em três dimensões.

Começamos pintando diante do paciente em uma íris transparente. Depois, finalizando esse processo de pintura voltamos a pintar sobre esta primeira base trabalhando com o máximo nível de detalhamento possível. Nesse ponto, também é pintada a cor da esclera e são copiadas as veias do olho.

O material utilizado denomina-se polimetilmetacrilato biocompatível, o qual é um acrílico de grau médico especialmente desenvolvido para a elaboração de próteses oculares e se prepara para proteger os delicados tecidos orbitários.